Expedição grátis a partir de €100 - Portugal Continental
Qualidade / Ambiente

POLÍTICA DO SISTEMA

A Porcel S.A. pretende ser uma “referência na conceção de soluções em porcelana”, baseada numa estratégia de crescimento alicerçada na Inovação e Flexibilidade.

A Qualidade, Ambiente e Segurança estão integrados na estratégia da empresa, havendo o compromisso de adotar um modelo de gestão que, de forma sustentável, considera os aspetos económicos, sociais e ambientais.

A Política agora definida visa assegurar a manutenção do Sistema de Gestão da Qualidade e do Ambiente, de acordo com as normas NP EN ISO 9001:2015 e NP EN ISO 14001:2015. Compromete-se ainda a aplicar os seguintes princípios:

- Promover a proteção do ambiente, incluindo a prevenção da poluição, através da gestão dos impactes ambientais e minimização dos resíduos, racionalização da água, energia e matérias-primas;

- Assegurar a satisfação dos requisitos aplicáveis e o cumprimento das obrigações de conformidade no âmbito da Qualidade e Ambiente;

- Garantir a melhoria contínua do Sistema de Gestão de Qualidade e Ambiente, incluindo a melhoria do desempenho ambiental;

- Contribuir para o desenvolvimento sustentável, satisfazendo as necessidades e superando as expectativas das partes interessadas;

- Proporcionar o desenvolvimento profissional e a motivação dos colaboradores, adequando as competências às funções que desempenham, incutindo os seguintes valores: Inovação, Flexibilidade, Rigor e Espírito de Equipa.

- Envolver colaboradores e fornecedores nos princípios e compromissos anteriormente referidos.



Em suma: produzir mais e melhor com menor esforço!

A Presidente
Ana Luísa Roque (Dr.ª)


Edição 9, 25-08-2016


Se pretender saber quais os aspetos ambientais significativos da nossa atividade, por favor, contacte o Serviço QAS, através do e-mail qualidade@porcel.pt.

 

 

 

O CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL NA PORCEL


A Administração da Porcel mostrou desde cedo uma grande preocupação em desenvolver a sua atividade a nível económico, ambiental, social e cultural. Assentando esta preocupação no recente conceito de desenvolvimento sustentável.


Toda a gestão da Porcel assenta nos 4 princípios básicos do empreendimento sustentável:


Economicamente viável - toda a atividade produtiva é gerida no conceito fazer bem à primeira vez.
As estratégias de prevenção associadas ao rigoroso controlo operacional, permitem aumentar os níveis de produtividade.
O "defeito" é detetado precocemente através da inspeção visual das peças e da seleção a 100% das mesmas e ainda através da definição de indicadores setoriais que, permitem acompanhar a produção e orientar a gestão nas ações preventivas a implementar.
A gestão do ambiente de trabalho e a boa manutenção das infra-estruturas associadas a uma manutenção preventiva, permitem estar sempre na condição de pronto a atuar.


Ecologicamente correto - O programa de gestão ambiental definido, permite atuar nos aspetos ambientais significativos, com vista a redução dos impactes associados.
A gestão de resíduos, incluindo os perigosos, baseia-se essencialmente na regra dos 3´R - focando a estratégia de produção na redução ao limite dos resíduos e posteriormente na separação e reciclagem dos mesmos.
O manuseamento dos produtos químicos é efectuado com base nas indicações das fichas de segurança e os mesmos são armazenados em bacias de retenção, reduzindo o impacte associado aos derrames.
A sustentabilidade passa também pela boa gestão do recurso água. A captação de água não é exaustiva, e é ainda compensada pela utilização da água limpa tratada na ETAR para atividades industriais menos rigorosas (lavagens e wc) e ainda para a rega do jardim.
A capacidade de resposta a emergência é testada periodicamente, com a realização de simulacros, onde se coloca em prática a resposta prevista no Plano de Emergência. Este plano contempla os diversos meios existentes na empresa, desde os extintores, detetores de incêndio, os kit de emergência, as equipas de apoio e fundamentalmente os procedimentos de emergência existentes para cada tipo de risco, incluindo catástrofes de origem externa e acidentes pessoais.
O cumprimento legal é essencial para uma correta gestão do ambiente, do produto e do mercado. Para tal, subscrevemos uma base de dados externa sobre legislação, que é atualizada periodicamente e assim permite atempadamente conhecer os requisitos legais e outros aplicáveis à correta gestão da empresa.
Faz ainda parte do programa de gestão ambiental a adesão às campanhas anuais da Ecopilhas.


Socialmente justo - A gestão proporciona o desenvolvimento profissional e a motivação dos colaboradores, através da formação no posto de trabalho e formação contínua em sala, permitindo assim adequar as competências às funções que desempenham. A saúde dos trabalhadores é tanto mais importante que, a empresa disponibiliza consultas de medicina curativa a todos os trabalhadores. A gestão dos recursos humanos é efetuada com base no respeito pelo colaborador e pela igualdade de oportunidades.


Culturalmente aceite - A Porcel é ainda conhecida como sendo uma " boa vizinha", quer através dos jardins e árvores ao redor, mas principalmente pela participação monetária ou em géneros nos eventos da Região onde está inserida (festas, quermesses, ações desportivas, outras ações de instituições de solidariedade social, etc.). Este aspeto é realçado pela inexistência de reclamações das partes externas interessadas.


Estes princípios, permitem à Gestão de Topo dirigir o curso da empresa de um modo sustentável, com vista à potenciação da competitividade da empresa e à geração de valor.

 

Ainda no âmbito do crescimento sustentável, a Porcel é membro de várias redes de trabalho, nomeadamente a associação do setor APICER, que elaborou, com o contributo da Porcel, o documento "Cerâmica de Mesa Portuguesa: o contributo deste sector para a sustentabilidade", que pode ser consultado aqui.